- PUBLICIDADE -

Viés esquerdista do Vale do Silício exposto com censura ao Infowars

- PUBLICIDADE -

A remoção de conteúdos das plataformas das mídias sociais revela um padrão de comportamento que preocupa conservadores e a direita.

Esta semana, o site Infowars, que é dirigido por Alex Jones, foi “banido” ou teve o conteúdo retirado da maioria das plataformas de mídia social.

O YouTube citou “discurso de ódio e assédio” como razões para remover o Infowars da plataforma, a Apple explicou que “discurso de ódio” não seria tolerado, e o Facebook anunciou: “Após uma revisão, nós retiramos [as páginas] por glorificar a violência … e usar linguagem desumanizante para descrever pessoas que são transgêneros, muçulmanos e imigrantes, o que viola nossas políticas de discurso de ódio”.

Empresas privadas podem, é claro, censurar quem quiserem, mas o padrão de comportamento do Vale do Silício em relação ao discurso em geral – e a contínua incapacidade de tratar visões conservadoras de maneira justa em suas plataformas extremamente poderosas – é preocupante aos conservadores que usam essas plataformas.

O Infowars dificilmente é um site conservador, mas alguns temem que a remoção do seu das plataformas de mídias sociais acabará se repetindo com veículos mais tradicionais – especialmente os de direita que não se conformam com os valores esmagadoramente de esquerda da indústria de tecnologia.

 

Leia a matéria completa do The Daily Signal no site da Gazeta do Povo
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -