Viktor Orbán promete manter a Hungria segura e cristã

As prioridades do premiê Viktor Orbán para o próximo mandato são preservar a “segurança da Hungria e a cultura cristã”, disse ele em discurso na segunda-feira (7).

Com uma vitória retumbante, Orbán foi eleito primeiro-ministro da Hungria pela terceira vez em abril e será empossado oficialmente nesta terça-feira (8).

Com 133 dos 199 assentos no parlamento, o seu partido Fidesz será capaz de aprovar leis sem depender de apoio da oposição.

“A principal tarefa do novo governo será preservar a segurança e a cultura cristã da Hungria”, disse Orban em uma entrevista coletiva.

Em uma entrevista de rádio na sexta-feira (4), Orbán disse que seu governo está construindo uma “democracia cristã”:

Estamos trabalhando na construção de uma democracia cristã tradicional, baseada nas tradições europeias. Acreditamos na importância da nação. Não queremos ceder a nenhum negócio supranacional ou império político na Hungria.

Uma das primeiras leis que o parlamento deve aprovar é o projeto de lei “Stop Soros”, que pretende cobrar um imposto de 25% sobre as ONGs financiadas pelo exterior que apoiam a migração desenfreada. A legislação visa reduzir a influência do bilionário globalista George Soros.

Premiê da Hungria vai avançar projeto de lei anti-Soros

Matéria traduzida e adaptada de Politico
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *