- PUBLICIDADE -

Violência armada cresce nos EUA na era Biden

Piores dias da pandemia ainda estão por vir, diz Joe Biden
- PUBLICIDADE -

Quase 40 mil pessoas morrem anualmente nos EUA por consequência das armas de fogo.

Os primeiros meses de 2021 ficaram marcados por 230 tiroteios e 13 assassinatos em massa nos Estados Unidos.

As informações foram divulgadas pela imprensa norte-americana com base em análises de dados do Gun Violence Archive (GVA).

De acordo com a emissora CNN, houve um aumento de 23% nas mortes por armas de fogo desde a chegada do presidente Joe Biden à Casa Branca

Já segundo o jornal Axios,  mais de 7,6 mil pessoas foram mortas por armas em 2021 nos EUA, e outras 9,5 mil usaram armas para tirar suas próprias vidas.

De acordo com um estudo citado pelo governo Biden, atualmente, 1 em cada 5 armas de fogo são vendidas ou transferidas sem uma verificação de antecedentes.

Recentemente, o presidente Joe Biden afirmou que a violência armada nos EUA é uma “epidemia” e uma “vergonha internacional”. 

Segundo dados da Casa Branca, quase 40 mil pessoas morrem anualmente em território norte-americano por consequência das armas de fogo.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -