- PUBLICIDADE -

Vírus do Nilo Ocidental é detectado em MG pela 1ª vez

Foto: Reprodução/Pixabay
- PUBLICIDADE -

Brasil apresenta condições climáticas ideais para a propagação dos vetores.

Pela primeira vez, o vírus do Nilo Ocidental foi detectado em Minas Gerais. A circulação do patógeno também foi registrada no Piauí e em São Paulo.

As amostras positivas foram coletadas de cavalos que ficaram doentes entre 2018 e 2020.

A informação está presente numa pesquisa liderada pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC) em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Universidade Federal do Piauí (UFPI). 

Aqui no Brasil, as primeiras evidências sobre a presença do vírus do Nilo Ocidental foram detectadas em 2009. 

Este vírus é transmitido a aves silvestres por meio da picada de mosquitos infectados.

Os mosquitos do gênero Culex, popularmente conhecidos como pernilongos ou muriçocas, são os principais vetores. 

Acidentalmente, outros animais, como os equinos, e os seres humanos podem ser infectados pelo vírus do Nilo Ocidental e até desenvolver quadros graves, com risco de morte.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -