Vírus “primo do HIV” infecta e mata diversas pessoas na Austrália

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Médicos da Austrália afirmam que estão preocupados com ocorrências da doença no país.

Um vírus antigo conhecido como “primo do HIV” voltou a gerar alerta, depois de infectar e matar diversas pessoas no norte da Austrália nos últimos meses.

Médicos agora emitem alerta para a necessidade de grandes esforços a fim de combater a propagação do HTLV-1.

De acordo com informações do IG:

As taxas de infecção pelo vírus HTLV-1 (ou vírus linfotrópico de células humanos do tipo I) são superiores a 40% entre adultos em regiões remotas da Austrália central, sendo as comunidades indígenas as mais atingidas, especialmente na cidade de Alice Springs. 7

Assim, muitos médicos – incluindo o que descobriu a existência do vírus há 40 anos – advertem sobre a falta de interesse da comunidade científica em criar modos de prevenção, teste e tratamento.

“A prevalência da doença nem aparece nos gráficos da Austrália”, explica Dr. Robert Gallo, co-fundador e diretor do Instituto de Virologia Humana da Universidade de Medicina de Maryland, onde o HTLV-1 foi primeiramente detectado, em 1979. Ele ainda critica a falta de ação sobre um possível tratamento.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.