- PUBLICIDADE -

Vítimas de abusos processam Igreja Católica por indenização

685 padres denunciados por pedofilia nos EUA

Esta pode ser a 1ª vez que um tribunal na Austrália pune a Igreja Católica enquanto instituição.

- PUBLICIDADE -

Três homens da Austrália estão processando o Papa Francisco e a Igreja Católica para obter ressarcimentos por crimes de pedofilia. 

Os abusos sexuais foram cometidos pelo padre Michael Glennon, que morreu em 2014, quando cumpria pena por estupro, assédio sexual e abuso psicológico contra 15 crianças. 

Esse é o primeiro caso conhecido em território australiano em que vítimas de abusos sexuais por parte do clero tentam responsabilizar o chefe do Vaticano, de acordo com o jornal The Sydney Morning Herald

Os acusadores são três homens aborígenes. Os crimes foram praticados entre 1983 e 1991. 

A advogada das três vítimas, Angela Sdrinis, espera que o núncio do Vaticano no país, Adolfo Tito Yllana, aceite a notificação do processo em nome de Francisco. 

“Trata-se de fazer o Papa e o Vaticano aceitarem suas responsabilidades”, disse Sdrinis ao jornal. 

De acordo com os australianos, a Igreja Católica sabia dos crimes do sacerdote, mas não tomou nenhuma medida contra ele. 

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -