Vladimir Putin propõe ao Japão assinatura de tratado de paz

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O presidente russo, Vladimir Putin, surpreendeu nesta quarta-feira (12) ao propor ao Japão virar a página da Segunda Guerra Mundial com a assinatura até o fim do ano e “sem condições prévias” de um tratado de paz.

A proposta de Putin foi feita mesmo com a disputa entre os dois países sobre o controle das Ilhas Kuril.

Vladimir Putin levantou a possibilidade em Vladivostok, no Fórum Econômico Oriental, na presença do primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que acabara de fazer um apelo a favor do tratado, objeto de intensas negociações nos últimos anos entre Moscou e Tóquio.

“Há 70 anos buscamos solucionar nossas diferenças. Há 70 anos que estamos negociando. Shinzo disse ‘vamos mudar de abordagem!’. Efetivamente venha! Vamos assinar um tratado de paz até o fim do ano, sem condições prévias”, declarou Putin, para aplausos de um público integrado em grande parte por empresários asiáticos, em especial japoneses.

O discurso de Putin contrasta claramente com declarações anteriores, nas quais o presidente da Rússia se mostrava muito prudente.

O porta-voz do Japão reagiu, porém, de modo frio à proposta de Putin. Ele se recusou a comentar as “intenções” e recordou o “claro princípio” de que Tóquio assinará o tratado apenas “após uma solução para o problema de atribuição” das ilhas em disputa.

 

Adaptado da fonte AFP
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações