Walmart para de vender roupas anti-Trump após campanha de boicote

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O Walmart parou de vender controversas camisas anti-Trump em seu website depois de ser alvo de duras críticas dos internautas americanos.


A hashtag #BoycottWalmart ganhou tração no Twitter depois que os usuários descobriram que a empresa multinacional Walmart estava promovendo o impeachment do presidente Donald Trump através da venda de peças de roupa.

Ryan Fournier, presidente do grupo Estudantes por Trump, foi um dos primeiros a descobrir que o Walmart estava vendendo os itens no site. Ele perguntou à empresa em um tuíte: “Que tipo de mensagem vocês estão tentando enviar?”

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

“Esses itens estavam sendo vendidos por terceiros em nosso mercado aberto e não foram oferecidos diretamente pelo Walmart. Estamos removendo esses tipos de itens e aguardando revisão de nossas políticas de mercado”, disse um porta-voz do Walmart à Fox News.

Um usuário acusou a gigante Walmart de ter se juntado à extrema-esquerda.

A empresa Old Glory, que estava vendendo o vestuário “Impeach 45”, não era a única. Uma rápida pesquisa no Walmart.com revelou três outras empresas que vendiam mercadorias pedindo pelo impeachment da Trump.

 

Traduzido e adaptado de Fox News

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...