Waters critica show beneficente em apoio à Venezuela

Idiomas:

Português   English   Español
Waters critica show beneficente em apoio à Venezuela
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O músico britânico Roger Waters, co-fundador do grupo de rock Pink Floyd, criticou o concerto que seu compatriota Richard Branson está organizando para arrecadar fundos em ajuda humanitária para a Venezuela.


Em um vídeo publicado no Twitter, nesta terça-feira (19), Roger Waters disse que a convocatória de Richard Branson é um “truque” que “não tem nada a ver com ajuda humanitária”, democracia, liberdade ou as necessidades dos venezuelanos.

“Tem a ver com o fato de que Richard Branson comprou o que dizem os Estados Unidos de ‘decidimos tomar o controle da Venezuela’”, acrescenta o músico no vídeo.

O cantor de reggaeton venezuelano Nacho, os espanhóis Alejandro Sanz e Miguel Bosé, os colombianos Carlos Vives e Juanes e o britânico Peter Gabriel, entre outros, oferecerão um concerto no dia 22 de fevereiro na cidade colombiana de Cúcuta.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

O show Venezuela Aid Live, organizado por Steven Branson, o bilionário fundador do grupo Virgin, faz parte de uma iniciativa que busca arrecadar 100 milhões de dólares em 60 dias, informa a revista ISTOÉ.

O evento será realizado um dia antes da data prevista pelo líder opositor Juan Guaidó – reconhecido por meia centena de países como presidente interino – para a entrada da ajuda humanitária no país.

Por outro lado, a ditadura de Nicolás Maduro anunciou um show de dois dias, 22 e 23 de fevereiro, na ponte Simón Bolívar, que liga Cúcuta ao povoado venezuelano de San Antonio, como noticiou a RENOVA.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...