Weintraub não usou recursos públicos para viajar aos EUA, diz TCU

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Weintraub anunciou a demissão do cargo no dia 18 de junho. Ele agora está nos EUA.

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu, na última quarta-feira (9), arquivar pedido de apuração do possível uso de recursos públicos na viagem do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, aos Estados Unidos.

No voto que arquivou o processo, a ministra Ana Arraes informou que a área técnica do TCU não encontrou indícios de uso de recursos públicos para custear a viagem de Weintraub.

“Seja para a emissão das passagens aéreas, seja por meio da utilização de aeronaves da FAB [Força Aérea Brasileira]”, enfatizou a ministra.

Na representação enviada ao TCU, o subprocurador-geral Lucas Furtado havia pedido que o tribunal também avaliasse a regularidade da gestão do Itamaraty sobre a utilização de passaporte diplomático.

Em relação ao passaporte, Ana Arraes informou que isso foge à competência do TCU e encaminhou o processo ao Ministério Público Federal (MPF), destaca o portal G1.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.