Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Weintraub queria ‘partir para cima do Supremo’, diz Guedes

Weintraub queria 'partir para cima do Supremo', diz Guedes
COMPARTILHE

"Nessa hora, eu interferi. Disse que estávamos caindo numa armadilha", diz Paulo Guedes.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez uma grave denúncia, nesta sexta-feira (18), em entrevista publicada pela revista Veja.

Guedes disse que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e o governador de São Paulo, João Doria, tramaram o impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro.

De acordo com o economista, Maia e Doria tinham apoio de “gente da Justiça” e de outros governadores. O cronograma para derrubar Bolsonaro era de 60 dias.

Na entrevista, Guedes disse que ligou para todos os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) para desmontar o plano.

O ministro então admitiu que o governo teria entregado a cabeça do então ministro da Educação, Abraham Weintraub, para apaziguar os ânimos:

“Liguei para cada um dos ministros do Supremo para tentar entender o que estava acontecendo. Conseguimos desmontar o conflito ouvindo cada um deles. O ministro Gilmar Mendes, por exemplo, sugeriu que o governo deveria dar um sinal, caso estivesse realmente interessado em pacificar as relações. A demissão do Weintraub foi uma sinalização. Liguei também para o ministro Barroso e para o ministro Fux”.

Ainda na entrevista, Guedes descreveu momentos de tensão vividos meses atrás:

“Teve um momento de muita tensão, quando o Supremo sinalizou que podia apreender os telefones do presidente da República. Me lembro que teve uma reunião de ministros e o Weintraub chamando para o pau.”

Guedes disse ainda que foi ideia dele indicar Weintraub para um cargo no Banco Mundial:

“O presidente chegou lá bufando: “Fala aí, Abraham, fala aí, Abraham”. Aí o Abraham: “Quero saber quem está comigo. Eu vou partir para cima do Supremo, e o Supremo vai querer me prender. Antes de ele me prender, vou fazer uma passeata e partir para cima do Supremo e quero saber qual ministro está comigo e quem está com os traidores”. Nessa hora, eu interferi. Disse que estávamos caindo numa armadilha, que o script já estava montado, que aquilo era inapropriado. Os generais presentes me apoiaram. Sugeri ao presidente mandar o Weintraub para o Banco Mundial, em junho. A partir daí, as coisas se acalmaram entre o governo e o STF.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
13 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Getulio Santos
Getulio Santos
25 dias atrás

Então isso significa que ambos tem o rabo preso… É isso que eu entendi…

Beth
Beth
26 dias atrás

Weintraub  teria total apoio do povo. Infelizmente temos um Presidente que está deixando a Câmara, Senado e STF fazerem o que bem entendem, não toma atitude de homem. Enquanto eles soltam bandidos e prendem jornalistas, decidem por nossas vidas, tiram nossa liberdade, O ilustríssimo Presidente viaja pelo Brasil fazendo campanha. Sinceramente, esse não é o Bolsonaro em quem votei e não terá mais meu voto. Faço parte da direita idiota que não quer um Presidente figurante, porque é exatamente o que ele é, um Presidente figurante, pois os Presidentes de fato são onze marginais, bandidos.

Última edição 26 dias atrás por Beth
Rafael
Rafael
27 dias atrás

Acho que foi um tremendo erro do Guedes. O povo não iria permitir um impeachment. Porque o Bolsonaro não pensou nisso? Pacificar com o inimigo é pedir para perder.

Maria
Maria
27 dias atrás

Sacrificou o Abraham a troco de nada. O Supremo governa pelo presidente eleito Bolsonaro e faz tudo o que a oposição quer.

K.F.S.A
K.F.S.A
27 dias atrás

Weintraub que devia ser o Presidente!Único cara macho no Executivo.Enquanto isso STF CAGA na cabeça do povo,Legislativo e Executivo.

Martin Hofer
Martin Hofer
28 dias atrás

Deveria ter deixado ele ir pra cima com toda a força. Esse STF não vale nada. Sempre armando contra o governo eca população de bem. Isso nunca vai acabar. Deveria ter batido o pé !!!

Marcelo
Marcelo
28 dias atrás

Abe estava armando uma bomba no colo do Bonoro, ele sabe que o STF tem pleno apoio das FFAA, Abe é o Dória 2.0.

lucio
lucio
Responder  Marcelo
27 dias atrás

O ABE VAI ACERTAR TEU RIM IDIOTA

Agoniado
Agoniado
28 dias atrás

Rio de Janeiro precisa de um governador, em 2022, tipo Weintraub, com culhões roxo, o que temos até agora, são uns arremedos de direita, se bater o pé, começa a peidar.
Façam uma pesquisa ampla e honesta, pra ver se não é a vontade do carioca de bem. Não a população de vagabundos.

Abner contra a Esquerda Libertinosa e Centro Lixo
Abner contra a Esquerda Libertinosa e Centro Lixo
28 dias atrás

Ditadura suprema comprovada, e agora pela boca do Paulo Guedes.

Conan
Conan
28 dias atrás

Felizmente Bolsonaro tem Paulo Guedes ao seu lado que sabe que todas as vitorias do governo irão advir de partidas de xadrez em que é preciso paciência, perseverança, ser estrategista acima de tudo com capacidade de se prever os passos do inimigo e neutraliza-lo. Tem muita gente aqui que mal sabe jogar damas, talvez truco e olha lá.

Marcelo de Cerqueira Leite
Marcelo de Cerqueira Leite
28 dias atrás

Foi uma capitulação, na verdade.

lucio
lucio
Responder  Marcelo de Cerqueira Leite
27 dias atrás

TODA GUERRA AS VEZES RECUAMOS PARA AVANÇAR, ESTRATEGIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, ENTENDEU ABESTADO

PUBLICIDADE