Português   English   Español

Whatsapp avalia propostas para conter disseminação de fake news

Whatsapp avalia propostas para conter disseminação de fake news

O WhatsApp prometeu avaliar sugestões do Conselho Consultivo Sobre Internet e Eleições do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para combater as “fake news”.

Uma das ideias apresentadas na reunião realizada nesta terça-feira (160 foi a de reduzir ainda mais a quantidade de vezes que uma mesma mensagem pode ser compartilhada – das atuais 20 para 5, como é feito na Índia.

Na reunião, realizada via teleconferência com representantes do WhatsApp, o aplicativo também colocou em mesa as suas propostas, que agora serão avaliadas pela área técnica do TSE.

Sem entrar nos detalhes na proposta, o vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques, declarou:

Eles se propuseram de oferecer ao TSE algumas ferramentas que não são comuns para o usuário ordinário. E o TSE vai avaliar a utilidade dessas ferramentas para os interesses da Justiça Eleitoral.

Conforme noticiado pela Renova Mídia, apesar do PT está focando sua campanha na narrativa das notícias falsas, o procurador eleitoral minimizou a influência das fake news nas eleições deste ano.

A internet brasileira não está nada feliz com as propostas apresentadas ao TSE e WhatsApp para conter a disseminação de notícias falsas.

Na tarde desta quarta-feira (17), a tag #CensuraPetista alcançou o topo dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil depois que um colunista da Folha apresentou uma série de medidas para limitar o aplicativo WhatsApp.

Adaptado da fonte Estadão

Deixe seu comentário

Veja também...