PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

WhatsApp já acessa a maior parte dos seus dados sem pedir permissão

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Grande parte dos dados dos usuários do WhatsApp já são registados pela plataforma.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Prevista inicialmente para entrar em vigor em 8 de fevereiro, a revisão dos termos de uso do WhatsApp vem provocando duras críticas nas redes sociais.  

O fato de o aplicativo de mensagens exigir explicitamente o compartilhamento de informações assustou os seus usuários. 

A insatisfação generalizada fez a companhia do bilionário Mark Zuckerberg adiar a mudança para maio. 

Contudo, grande parte dos dados dos usuários do WhatsApp já são registados pela plataforma conforme a política de privacidade atual. 

Mãe denuncia filho e amigos por envolvimento com drogas
Foto: Reprodução/WhatsApp

DATA LIMITE É 15 DE MAIO 

Quem não concordar com os novos termos do WhatsApp deverá apagar o aplicativo antes do dia 15 de maio, uma vez que a aceitação é obrigatória para os usuários do mundo todo, com exceção do Reino Unido e dos países da União Europeia

A aceitação obrigatória vai contra a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que está em vigor no Brasil desde setembro de 2020.  

De acordo com a nova legislação, é o usuário quem deve decidir quais dados serão compartilhados com os desenvolvedores.  

Gisele Truzzi, advogada especialista em Direito Digital, explicou: 

“A regra de aceitar os termos ou apagar o aplicativo viola completamente a LGPD, mas esse compartilhamento já vem ocorrendo há algum tempo, não é de hoje que muitas coisas que acessamos no Facebook, Instagram e WhatsApp têm a mesma relação.” 

E acrescentou: 

“Houve a atualização de alguns detalhes que exigem uma nova autorização, mas 90% desse compartilhamento já estava em vigor.” 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.