Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Witzel culpa ‘sabotagem’ por crise da água no Rio

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Witzel culpa 'sabotagem' por crise da água no Rio
COMPARTILHE

“Eu acredito que o que está sendo apurado é uma sabotagem por conta do leilão”, disse Witzel.

O governador Wilson Witzel afirmou, nesta segunda-feira (20), que considera a hipótese de sabotagem para a crise da água que vive o Rio de Janeiro.

Em entrevista coletiva nesta manhã, Witzel disse que a intenção seria “manchar” a imagem da Cedae para o leilão de concessão :

“Eu desconfio que houve uma sabotagem. Exatamente para manchar a gestão eficiente que está sendo feita na Cedae, para o leilão.”

O governador do Rio afirmou, no entanto, que considera que “houve, de fato, uma imperícia”:

“Agora vamos apurar se foi dolosa ou culposa. Se quem deveria tomar conta para evitar que o que está acontecendo agora, no verão, nas férias, acontecesse foi simplesmente um fato culposo, ou seja, incompetência.” 

Witzel completou: 

“Eu, particularmente, não acredito [em incompetência]. Eu acredito que o que está sendo apurado é uma sabotagem por conta do leilão. Há muitos interesses envolvidos nesse leilão e eu pedi à polícia que apurasse. A polícia está apurando, o conselho de administração vai fazer uma investigação rigorosa, uma auditoria, para que a gente possa entender como quem já está trabalhando lá há anos pode ser surpreendido por um fato que é previsível.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram