Wyllys insinua que Bolsonaro planejou o próprio atentado

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ex-deputado do PSOL repercute teoria da conspiração sobre o atentado praticado por um ex-integrante do seu partido contra Bolsonaro.

Em entrevista à revista Época, o psolista Jean Wyllys disse que tem ocupado o tempo livre com palestras, conferências e visitas a autoridades em diversos países da Europa. No início do ano, o ex-participante de reality show renunciou ao mandato de deputado federal alegando estar sofrendo ameaças.

Questionado sobre uma possível ligação com o atentado praticado por Adélio Bispo contra o então candidato à Presidência, Jair Bolsonaro, em setembro de 2018, durante comício em Juiz de Fora, interior de Minas Gerais, Wyllys respondeu:

“Mas é óbvio que uma pessoa com dois neurônios, que faça uma sinapse, sabe que eu jamais poderia ser mandante de um crime, pois não sou assassino, criminoso, nem ligado à milícia.”

Logo em seguida, o psolista compartilhou uma teoria da conspiração sobre o esfaqueamento de Bolsonaro:

“Quem é ligado à milícia é o presidente da República, não eu. Se alguém poderia encomendar uma morte era ele, não eu. E ademais esse atentado contra o Bolsonaro está para ser explicado. Se alguém quisesse de fato atentar contra a vida dele, usaria uma arma de fogo, um fuzil a longa distância e não uma faca de pão no meio de uma multidão.”

Na última quinta-feira (21), como você viu na RENOVA, o ator petista José de Abreu foi processado pelo Hospital Israelita Albert Einstein por acusar a renomada instituição de saúde de participar de uma conspiração ao lado do atual presidente da República e do governo de Israel.

Abreu afirmou que a facada da qual Bolsonaro foi vítima não passou de um plano elaborado pelo “Mossad”, o serviço secreto israelense, com apoio do Albert Einstein.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.