- PUBLICIDADE -

Xi enfrenta forte oposição interna no Partido Comunista, diz professora

Epidemia de coronavírus ainda é ‘sombria’, diz Xi Jinping
Imagem: Reprodução/Twitter

“Minha voz era censurada”, diz professora que passou 28 anos no Partido Comunista Chinês.

- PUBLICIDADE -

A professora Cai Xia atuou na Escola Central do Partido Comunista da China ao longo de 28 anos.

Em entrevista publicada, nesta terça-feira (18), no jornal britânico The Guardian, a docente disse que o líder chinês, Xi Jinping, enfrenta ampla oposição interna e o acusou de “matar o país”.

A professora teve que abandonar o país asiático após o vazamento de um áudio no qual ela chama Xi de “chefe da máfia”, e o Partido Comunista de “zumbi político”.

“Se o Politburo [comitê executivo do partido] tem qualquer senso de responsabilidade em relação ao povo, ao país e ao partido, deveriam substituir Xi”, disse Cai na gravação, ouvida pela agência Reuters.

“O Partido Comunista deixou de ser uma força de progresso na China e se tornou um obstáculo para o progresso. Eu quis deixar o partido anos atrás, quando não havia mais espaço para falar, e minha voz era censurada”, acrescentou Cai.

A professora foi expulsa do Partido Comunista na última segunda-feira (17) em razão das declarações no áudio. Ontem, ela deu autorização ao Guardian para que a entrevista fosse publicada.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -