Xiaomi é acusada de espionar usuários até no modo anônimo

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Dados são enviados a servidores remotos em locais como Singapura e na Rússia, entretanto com domínios registrados na China.

A Xiaomi, gigante tecnológica da China, está sendo acusada de coletar dados de navegação sem o consentimento de seus usuários. 

A nova denúncia alega que a empresa chinesa faz isso durante diversas atividades do usuário — inclusive quando ele navega em “Modo Anônimo” no navegador.

De acordo com a agência Forbes, o navegador padrão da empresa grava, armazena e envia todas as atividades possíveis dos usuários. 

Entre os dados enviados estão a lista de sites visitados, as buscas realizadas em sistemas variados, os metadados do dispositivo em questão e até o que foi consumido no feed de notícias.

Dois especialistas em segurança, Gabriel Cirlig e Andrew Tierney, confirmaram as informações preocupantes sobre a falta de privacidade nos aparelhos Xiaomi.

O vídeo abaixo prova que o celular registra o caminho feito pelo Mi Browser em modo privado, algo que teoricamente deveria ficar anônimo nessa forma de navegação.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.