Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Yonaguni: as misteriosas ruínas da “Atlântida” do Japão

COMPARTILHE

Estas ruínas foram esculpidas por uma civilização perdida ou são apenas um exemplo impressionante de geologia natural nas profundezas do mar?

As ruínas submersas de Yonaguni foram encontradas, em 1986, por um japonês chamado Kihachiro Aratake, enquanto mergulhava a uma profundidade de 25 metros abaixo do nível do mar. 

Localizada no ponto mais oeste do Japão, ao sul das ilhas Ryukyu, essa gigantesca estrutura de pedra ficou conhecida pelo nome da ilha mais próxima, Yonaguni-jima, com uma área de 28,88 km² e população de 1.745 habitantes. 

Com o passar dos anos, após receber a visita de muitos estudiosos, as ruínas submersas de Yonaguni permanecem envoltas em mistérios sobre os quais os cientistas ainda não conseguiram entrar em comum acordo.

Confira nossa reportagem em vídeo no YouTube sobre estas incríveis ruínas no fundo do mar do Japão:

ORIGEM E ESTRUTURA DAS RUÍNAS

Além de um enorme platô com aproximadamente 200 metros de comprimento, por 140 de largura e 26 de altura, os exploradores localizaram outras oito grandes estruturas nas ruínas de Yonaguni, incluindo uma pirâmide — muito parecida com a dos incas e maias — e um grupo de zigurates.

Em vídeos que circulam pela internet, mergulhadores apontam para a existência de canais, que poderiam ser utilizados para transporte de água, além de resquícios do que poderia ter sido uma via pública.

Masaaki Kimura, professor japonês de biologia marinha que mergulhou no local por quase 20 anos, entende que não existe a possibilidade de Yonaguni ser uma obra fortuita da natureza, mas que realmente se trata de restos de uma civilização muito antiga. 

“Eu acho que é bastante difícil explicar a origem de Yonaguni como sendo puramente natural por causa da vasta evidência do homem em suas estruturas”, disse Kimura.

OBRA FORTUITA DA NATUREZA

Enquanto pesquisadores apontam que a estrutura gigantesca no fundo do mar de Yonaguni foi feita pelo homem, outros afirmam que as ruínas são formações naturais esculpidas por meio da ação das correntes marítimas através de um longo período de tempo.

Takayuki Ogata, pesquisador da Universidade de Ryukyu, é um deles. Em entrevista à emissora BBC, o pesquisador afirmou:

“Algumas pessoas acreditam que a estrutura de Yonaguni foi feita pelo homem. Eu acredito que é algo formado naturalmente. Existem várias formações similares em terra. Todos os membros do departamento de geologia designados para estudar o local acreditam que não é feito pelo homem.”

Makoto Otsubo, professor da mesma universidade, também acredita que as ruínas são obras fortuitas da natureza:

“Uma das razões que as pessoas acreditam que as ruínas de Yonaguni são feitas pelo homem é que existem muitas formações simétricas. No entanto, isto pode ser explicado ao observar outras estruturas formadas naturalmente que são similares a essa.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE