Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

YouTube rotula vídeo do governo da Polônia sobre crise migratória como inapropriado ou ofensivo

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O vídeo foi publicado pelo Ministério do Interior da Polônia e teve seu acesso limitado por conter conteúdo “supremacista” ou “extremista”.

Enquanto a plataforma de vídeos do Google alega estar combatendo o discurso de ódio, continuamos a ver exemplos, dia após dia, de que o alvo principal do YouTube é o conteúdo conservador.

Apesar de não ter sido removido, o que comprovaria o comportamento censurador da rede social, o vídeo teve seu alcance restringido: não pode ser encontrado nas buscas, impossível de ser incorporado em outros sites e removido das listas de vídeos recomendados pelos usuários.

YouTube também proíbe comentários em vídeos que foram colocados neste “estado limitado”, remove as contagens de visualização e os likes-dislikes, tornando impossível ver o alcance do vídeo ou saber como foi a recepção popular.

O Google está seguindo firmemente as regras sugeridas pela União Europeia para evitar propagação de conteúdo que mostre a verdade sobre os danos causados pela crise migratória no continente europeu.

Confira o vídeo clicando aqui.

 

Com informações de: (1)

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email