YouTube rotula vídeo do governo da Polônia sobre crise migratória como inapropriado ou ofensivo

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O vídeo foi publicado pelo Ministério do Interior da Polônia e teve seu acesso limitado por conter conteúdo “supremacista” ou “extremista”.

Enquanto a plataforma de vídeos do Google alega estar combatendo o discurso de ódio, continuamos a ver exemplos, dia após dia, de que o alvo principal do YouTube é o conteúdo conservador.

Apesar de não ter sido removido, o que comprovaria o comportamento censurador da rede social, o vídeo teve seu alcance restringido: não pode ser encontrado nas buscas, impossível de ser incorporado em outros sites e removido das listas de vídeos recomendados pelos usuários.

YouTube também proíbe comentários em vídeos que foram colocados neste “estado limitado”, remove as contagens de visualização e os likes-dislikes, tornando impossível ver o alcance do vídeo ou saber como foi a recepção popular.

O Google está seguindo firmemente as regras sugeridas pela União Europeia para evitar propagação de conteúdo que mostre a verdade sobre os danos causados pela crise migratória no continente europeu.

Confira o vídeo clicando aqui.

 

Com informações de: (1)
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações