Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Zé de Abreu condenado por fake news contra Bolsonaro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

José de Abreu processado pelo Hospital Albert Einstein
COMPARTILHE

“Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad”, disse Abreu na mensagem.

O ator e ativista de extrema esquerda, José de Abreu, foi condenado a indenizar o Hospital Albert Einstein em R$ 20 mil.

A decisão foi publicada, neste sábado (4), pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Em janeiro de 2019, Abreu publicou em seu perfil do Twitter uma fake news, afirmando que o Albert Einstein arquitetou, junto do serviço de inteligência de Israel, a facada sofrida pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

A mensagem de Abreu foi a seguinte:

“Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad [serviço secreto de Israel], com apoio do Hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM israelense, o fascista matador e corruptor Bibi [Benjamin Netanyahu].”

Segundo o portal IG, a juíza Claudia Carneiro Calbucci Renaux, da 7ª Vara Cível de São Paulo, afirmou que o ator da Rede Globo:

“Não se limitou a mera crítica em relação ao atual cenário político, mas fez verdadeira afirmação quanto à existência de um conluio entre o governo de Israel, a igreja evangélica e o hospital com o propósito de cometer ato criminoso.”

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.