- PUBLICIDADE -

Zé de Abreu quer usar mensagens hackeadas para justificar xingamentos

José de Abreu processado pelo Hospital Albert Einstein
Foto: Reproduçao/Globo

Defesa diz que material apreendido com hackers justificaria crítica de Abreu à Lava Jato.

- PUBLICIDADE -

O ator e militante da extrema esquerda, José de Abreu, pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, acesso às mensagens hackeadas dos procuradores da operação “Lava Jato”. 

Abreu quer usar o conteúdo em sua defesa num processo movido pelo procurador Deltan Dallagnol contra ele por danos morais.

Em mensagem no Twitter, o extremista chamou o procurador de “bandido”, “canalha”, “sem caráter”, “vagabundo”, “verme”, “bandido da pior espécie”, “rato”, “idiota” e “imbecil”.

A defesa de Abreu diz que o material apreendido com hackers mostraria que sua crítica à operação “estava embasada em fatos reais que efetivamente afrontaram a soberania nacional, lesaram a moralidade e o patrimônio público brasileiro e atentaram contra o Estado Democrático de Direito”.

Obviamente, o pedido da defesa não mencionou nenhum dos xingamentos de José de Abreu contra Deltan.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -